domingo, 1 de agosto de 2010

A esquerda está enfraquecendo?


Discurso Lula em Curitiba pode começar a mostrar sinais de desespero...

Durante o último discurso "messiânico" (Dilma não sabe discursar) Lula apenas falou o óbvio. Nada de propostas de campanha, nada de futuro do Brasil, apenas a tentativa de passar o populismo Lula à sem graça Dilma Roussef. Talvez o pior demonstrado no discurso é o desespero da esquerda ante a queda sobre a América do Sul.


Foto Encontro "Mercosul" 2006
Noticiários brasileiros não informam, mas a Venezuela está enfrentando uma grave crise de abastecimento. O país está parando de produzir devido aos arrendamentos feitos por Chavez aos fazendeiros, o que está torna as fazendas currais do famoso MST (copiado para a Venezuela). Há um colapso de suas terras por aquilo que foi uma economia muito próspera. Hoje, como a Venezuela importa mais de 70% dos alimentos que come, sofrem escassez severa e registrou a maior inflação do mundo .


Na Bolívia as burrices Evistas cada dia tomam forma. Poucos aceitam a política Evista que tentou estatizar setores produtivos e internacionais do País. Os estados estão  declarando-se autônomos e buscam separação da Capital La Paz. Os escândalos cocalares enfraquecem sua política interna. Retenção, descoberta de fábricas, captação de coca"  e a indicação de que há crescimento do tráfego ilegal, mesmo reconhecendo que "há um esforço acrescido Polícia ", deixa o Estado Boliviano de mãos atadas - diz o analista Roberto Lasena. "A captura de cocaína dobrou a cada três anos com o atual governo. Começou com 500 quilos (agora) estamos em sete toneladas ", lembrou.


Os esforços messiânicos não estão dando certo. Lula apresenta um lado agressivo, patético e chavista, desesperado para tentar eleger Dilma. Com o aumento da carga tributária e as continuas quebras de setores estatais como correio, portos e aeroportos, o Brasil traça seu rumo ladeira abaixo.  A corrupção dos "bolsas", a burocratização de empresas, o comércio informal batendo records e os escândalos do envolvimento com o grupo guerrilheiro FARC - EP, o Brasil se divide entre o -"pão e circo"- e  uma "possível" mudança. O Foro de São Paulo se vê enfraquecidos pela política de não cedimento de Uribe, a direita se fortalecendo no Chile, o estado democrático de Honduras (não cedendo às pressões esquerdistas) e os "chiliques" de Evo Moralles, Chavez e o Radicalismo Fidel.

Resta-nos esperar a que "baixo nível" essas eleições chegarão.

Fontes:
Mídia sem Máscara
La Carolina Venezuelana
Prensa Rural
Nuestros Hermanos
Visão Panorâmica

2 comentários :

  1. A esquerda tem como natureza a utopia.Mas o preocupante hoje no Brasil é o governo Petralha.O Brasil sofre com uma máquina pública inchada,os serviços são terríveis,salários absurdos enquanto o povo ganha uma lata de sardinha e um prato de sopa.

    ResponderExcluir
  2. O problema é que isso não é relatado no Brasil. As pessoas estão cegas de mais para enxergar!

    ResponderExcluir