quinta-feira, 15 de março de 2012

OS QUATRO DISCURSOS EM ARISTÓTELES


 São 4 ciências e nestas subtendem-se que todo discurso é um transcurso.



Nesse transcurso que é uma seqüência de idéias, acontece tanto numa peça de teatro
quanto numa demonstração cientifica. (nessa passagem do discurso de 1 até o 4 como
se segue. Ocorre, apenas, uma modificação do tipo e grau de certeza admissível:

1) Poético => como possível;
2) retórico para o verossímel;
3) no dialético espremem-se os outros até chegar ao mais razoável ou
provável;
4) analítico conclusão, como certo, verdadeiro, etc.).
Em Sócrates e a partir dele preocupa-nos os conceitos de moral, de justiça
e do bem.
Em Aristóteles volta-se muito mais para os Biólogos. Na Física Aristóteles
faz suas metodologias, onde os seus discursos somente restam algumas conotações
para o efeito investigativo.
No discurso poético reside o efeito físico, que consiste na harmonia entre o
som e o estado físico, até alcançar o juiz hostil, preconceituoso ou inepto. Esse
discurso é especialmente sensitivo, deixando em você uma impressão funda. Trata-se
de uma projeção de sensibilidade.
O discurso retórico é uma psicologia do discurso. Apresenta o conceito da
situação do discurso; o conceito do juiz (ouvinte), o perfil do ouvinte (juiz); o da
finalidade e seqüência de meios verbais. Busca convencer no ouvinte.
O discurso dialético, quando terminava – socrático ou platônico – era
resultado de mais certeza de que quando tinha começado. Os sofistas na discussão.
Para os sofistas na discussão tratava-se de consciência; na continuidade dos discursos
ou seja, na continuidade lógica, uma idéia contrapondo outra pode levar a um bom
resultado (é a vitória do orador sobre o oponente).
O discurso analítico ou discurso lógico trata da organização do silogismo
(duas premissas das quais tira-se uma conseqüência. Ou seja, premissa maior, menor
e conseqüência.). É um discurso lógico.
A retórica, a dialética e a lógica afastam-se do sensível em direção do
inteligível.

Arquivo em pdf: clique aqui

0 comentários :