quarta-feira, 6 de março de 2013

O ditador dos luxos

Hugo Chavez não era apenas um megalomaníaco doente, que tentaria ser o novo "Símon Bolívar" (sendo Bolivar um grande liberal), mas também um homem de luxos e regalias na Venezuela que tanto se denominava "representante dos pobres". 

Os vídeos abaixo mostram um Chavez que saiu na Forbes, que tinha uma fortuna milionária e mansões luxosas nos paraísos venezuelanos. Um homem de megalomanias, com sede de poder, um homem que fazia de tudo para ter o controle nas mãos. 

Nada mais que um ditador adorador de luxúrias e poder totalitário: 


"Em vídeo de 2004, Chávez disse que governaria até janeiro de 2013

O GLOBO

RIO — Em paralelo ao agravamento do estado de saúde do presidente venezuelano, Hugo Chávez, falecido nesta terça-feira, voltou a circular nas redes sociais nos últimos meses um vídeo de setembro de 2004. Nele, o líder afirma que iria governar até 10 de janeiro de 2013, data originalmente marcada para o seu quarto mandato, para o qual não chegou a tomar posse formalmente.

O vídeo foi gravado um mês depois do resultado de um referendo revogatório que decidiu que o presidente continuaria no poder. Na época, ele havia se comprometido a não se perpetuar no cargo. Naquele ano, a Constituição venezuelana ainda não permitia que Chávez tentasse uma reeleição após seu terceiro mandato.

— Serei candidato para o novo período de seis anos mais, até 10 de janeiro de 2013. E só. Depois disso, não. Não, não, não — afirma na gravação.

Pouco mais de dois meses após à quarta cirurgia em 20 meses para combater um câncer na região pélvica, Hugo Chávez morreu nesta terça-feira, em Caracas, aos 58 anos, às 16h25m (horário local). Ele havia regressado há pouco mais de duas semanas de Havana, onde se tratava da doença e estive internado desde a operação, porém, não chegou a ser visto em público.

http://oglobo.globo.com/mundo/em-video-de-2004-chavez-disse-que-governaria-ate-janeiro-de-2013-7752805








0 comentários :