segunda-feira, 24 de junho de 2013

Terrorista gaúcho acusa "extrema-direita" pelos atos de vandalismo

Tarso atribui depredações à extrema direita: "Não são uma pequena minoria"

Governador afirma que atos violentos estariam sendo financiados por grupos organizados de oposição ao Piratini

governador Tarso Genro atribuiu a ativistas da extrema direita os atos de vandalismo que irromperam em meio aos protestos que varrem o Brasil há mais de uma semana. Em entrevista ao programa Gaúcha Atualidade, da Rádio Gaúcha, ele refuta afirmações de que a violência durante as manifestações seja praticada por uma minoria.

Onde há um militante ali que represente a "extrema-direita"?
— Estou convencido de que são pessoas de extrema direita ou manipuladas por esses grupos, e estão sendo pagos por alguém, que não se sabe quem. Não são pequenas minorias, existem pelo menos mil, 2 mil pessoas que estão por trás disso. Colocar que são poucos é um desserviço — afirmou
.

Quanto ao protesto marcado para o final da tarde desta segunda-feira em Porto Alegre, Tarso garante que a Brigada Militar está preparada para manter a ordem ao longo da caminhada. Segundo ele, os policiais estarão mobilizados para atender qualquer ponto da cidade.
— Os alvos de depredação têm sido absolutamente aleatórios. Vamos estar prevenidos para nos contrapor às manifestações (violentas) em qualquer lugar, seja na sede do Correio do Povo, do PSOL, ou da Zero Hora — salientou.

No encontro convocado pela presidente Dilma Rousseff para esta segunda-feira, Tarso diz que deve apresentar o projeto de passe livre para estudantes da Região Metropolitana, o que reforça ser uma possibilidade viável.

Ouça a íntegra da entrevista:
ZERO HORA

Adendo:
O blog decidiu disponibilizar as fotos da "extrema-direita" para os leitores:


O símbolo da "anarquia" sempre foi da Extrema-direita

O rapaz de dread é da extrema-direita 






Vídeo de militantes do PSTU: partido de "extrema-direita": 

0 comentários :