terça-feira, 20 de agosto de 2013

Documento da UNESCO ensina crianças a se masturbarem




O guia de educação sexual proposto pela Unesco para a redução do vírus HIV pelo mundo gerou manifestações de grupos conservadores e religiosos, principalmente nos Estados Unidos. Um dos principais temas questionados é a necessidade de discussões sobre homossexualidade, gravidez indesejada, masturbação, entre outros, com crianças de cinco anos.

"Assim você tem uma situação onde as crianças precisam ser ensinadas antes de sua adolescência, esta não é a maneira de fazer essa educação", disse Colin Mason em entrevista ao "The New York Times", representante da Population Research Institute, organização que combate o aborto.





Com as manifestações contrárias, o plano da Unesco já começa a encarar dificuldades no apoio para a regulamentação de educação sexual. O Fundo de População das Nações Unidas informou que quer modificações na ação antes que ela seja posta em prática.
"As discussões estão em curso para tornar a publicação mais eficaz e adaptável para cada país. Com isso, pode servir melhor para os países com orientações para a utilização do projeto nos sistemas nacionais de educação", afirmou um dos funcionários da Organização das Nações Unidas (ONU), que preferiu não revelar seu nome.

Apesar de todas as adversidades, Mark Richmond, coordenador global da Unesco para doenças como a Aids e diretor dos projetos educacionais da entidade, defendeu a iniciativa dizendo que educação é a única saída para um vírus que não possui vacina.

Mesmo acreditando na eficiência de seu plano, a Unesco decidiu retirar de seu site as orientações relacionadas a ação e também atrasou o documento final da iniciativa. Segundo a porta-voz da entidade, Sue Williams, o modo agressivo como foi veiculado a intenção da instituição acabou provocando as reações adversas dos grupos conservadores.



Por: Leandro Souza 

Nota: Documento de 2009, já está sendo implantado no Brasil através de escolas públicas. O texto original, no site da abril, deixa claro a intenção da ONU/UNESCO de doutrinar as crianças no ensino da "sexualidade".
Muitas escolas brasileiras já dispõem de textos na rede pública:  ww.abril.com

link da UNESCO: http://www.ibe.unesco.org/fileadmin/user_upload/HIV_and_AIDS/documents/UNESCO_Guidelines_Sexuality_Education.pdf

0 comentários :