segunda-feira, 18 de julho de 2016

Capitão América nazista? Muito estranho!


Pois é, os esquerdistas não brincam em serviço, não brincam mesmo quando se trata de guerra cultural. A nova revelação do momento nos quadrinhos é que o Capitão América, Steve Rogers, é na verdade um agente da Hidra. E o pior, ele o é desde quando criança.
Para quem não conhece, a Hidra é uma subdivisão de ciências aplicadas do partido nazista no universo da Marvel. E o que isso significa? Significa que a Marvel está transformando um dos maiores símbolos do conservadorismo na cultura pop em um agente nazista. Ou seja, todos os valores patrióticos e atos heroicos do Capitão América, na realidade, serviam a um propósito totalitário de poder. Aí está mais uma maneira de queimar a reputação dos conservadores, de certa maneira.
A mudança, claro, provocou muita indignação e protestos por parte de fãs. Algumas pessoas passaram dos limites ameaçando de morte o roteirista responsável. Com isso dá para imaginar quantas pessoas cresceram tendo o herói como um símbolo de justiça, patriotismo e esperança, as quais agora se sentem traídas.
Na guerra cultural, também, não podemos bobear, pois eles não brincam em serviço e farão tudo para desmoralizar e destruir nossas crenças, símbolos e instituições, a fim de implantar sua utopia assassina e imoral no lugar. Transformar o Capitão América original num nazista e substituí-lo por um novo Capitão América socialista, politicamente correto, que anda com as minorias, é uma das formas de atingir os objetivos revolucionários.

0 comentários :