quinta-feira, 15 de setembro de 2016

Caderno de teses do PT: “Um partido para tempos de guerra"


Um partido para tempos de guerra?



Já ouviram falar no Caderno de teses do PT? Que começa com esse título: “Um partido para tempos de guerra”. É um caderno de teses que tem um viés explicitamente autoritário, com aversão à democracia e da utilização das instituições como ferramentas de corrupção, cujo a origem vem do Foro de São Paulo, que estabeleceu as diretrizes para que PT e outros partidos de esquerda na América Latina se perpetuassem no poder às custas da deterioração de nossas instituições, sendo o principal financiador de tudo isso, como alerta Olavo de Carvalho, é o Estado brasileiro operado pelo PT.

Na verdade, é um documento oficial, onde membros do PT reconhecem querer estabelecer a ditadura do proletariado, pedindo coisas como cassação de Jair Bolsonaro, estatização da Rede Globo, estatização de todas as emissoras que tenham programas religiosos, inimputabilidade do MST e de outros órgãos paramilitares do PT, impeachment de todos ministros do STF que condenaram mensaleiros e daí por diante.

Caderno de teses do PT - Completo



Falando em Jair Messias Bolsonaro, preste atenção nesse trecho (pag.30 item 157): "Neste congresso conservador e sob a presidência de Eduardo Cunha, temas como a reforma política, a lei da mídia democrática, a punição dos crimes da ditadura militar, o combate à corrupção e mesmo a CASSAÇÃO DO DEPUTADO JAIR BOLSONARO só terão chance de êxito se houver intensa pressão social".


Tirem suas próprias conclusões. Esse caderno de teses, bem como o Foro de São Paulo, são assuntos que, infelizmente, a maioria da população brasileira desconhece, mas estão ai pra todos verem. Porém, como faz parte desse aparelhamento sistemático do PT, é pouco divulgado. Cabe a nós tornar isso cada vez mais público.

Isso sim é um verdadeiro GOLPE, onde um projeto de poder de um partido, está querendo se sobrepor a todos os órgãos do poder constituído de um país.

0 comentários :