sexta-feira, 28 de outubro de 2016

Aluna que disse "suas mãos estão sujas de sangue" tem pai militante do PT

Jovem usada como símbolo de apartidarismo nas invasões de escolas é filha de militante do PT.


Você lembra daquela adolescente de 16 anos, a qual fez um discurso na ALEP favorável às invasões de escolas, acusando os deputados estaduais de “terem as mãos sujas de sangue"? E, além disso, afirmou que não havia qualquer interferência de partidos de esquerda no movimento. A história não é bem essa.

A jovem Ana Júlia é, veja só, filha de um militante de esquerda, o advogado Júlio César Pires Ribeiro, e seu nome aparece junto com outras lideranças que participaram de um evento de debates dentro do partido, de acordo com o site do PT paranaense.


O pior é ver os meios de comunicação replicando o vídeo de moça como se ela fosse um fenômeno, na verdade, a mídia quer achar algum ícone de esquerda. Essa menina, que virou "símbolo das ocupações", foi convocada por um deputado do PT, Tadeu Veneri, para discursar na Assembleia Legislativa. Depois disso, ainda recebeu um telefonema do Ex-presidente Lula, que a agradeceu e disse que ela falou o que todos queriam falar, mas é um movimento apartidário, eles dizem!

O que vimos aqui é mais um caso onde militantes usam crianças e adolescentes como massa de manobra, colocando-os na linha de frente de suas chamadas "revoluções", fazendo transparecer que é uma coisa espontânea e apartidária, mas o fato é que não existe espontaneidade, quando se trata de ação/ocupação política, principalmente se há esquerdista no meio.

Você, que achou lindo o discurso da militonta juvenil, caiu no conto da "luta pela educação", em nome do plano de poder que vigora há anos e que tomou conta de todos os setores da Sociedade, principalmente, a Educação.

ps: A informação pode ser conferida no link: http://www.pt-pr.org.br

0 comentários :